Como será a vida dos pets quando acabar a quarentena?

O comportamento dos nossos pets mudou durante o isolamento social. Mas o que será deles após a quarentena?

É perfeitamente normal você notar algumas alterações no comportamento do seu animal de estimação durante a quarentena. Alguns ficam mais estressados, outros mais ansiosos, uns dormindo mais, outros comendo exageradamente. Tudo isso sem falar no grande apego aos seus donos, certo?

A alteração da nossa rotina, nos obrigando a ficar mais tempo em casa, afeta diretamente os nossos animais de estimação. É normal que os felinos procurem mais carinho de seus tutores e é preciso saber como cuidar do seu gato durante esse período, mas também entender que eles podem se afastar mais, já que gostam da tranquilidade do seu espaço.

Porém, os cães preferem estar mais próximos de seus donos. Apesar de todos os cuidados para passear com seu cão em tempos de pandemia, é natural que a diminuição da rotina de exercícios do animal também o deixe mais preguiçoso.

Mas, e depois da quarentena?

Todo esse cenário mostra que os animais estão ainda mais próximos de seus donos. Isso fica ainda mais perceptível com alguns comportamentos como chorar, latir, miar, destruir algo, fazer as necessidades em lugares inadequados e até arranhar as portas quando os donos se ausentam por alguns minutos, mesmo que para ir ao banheiro.

Isso tudo significa que o seu pet está desacostumado a ficar sozinho e que, quando a quarentena acabar, é provável que ele sinta muito essa volta da rotina de passar longas horas sem ninguém. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados antes mesmo do isolamento acabar.

Treine pequenos períodos longe do seu pet

Como estamos praticamente o dia todo junto dos nossos animais, é preciso dar alguns momentos para que eles se acostumem a ficar sozinhos. Comece por períodos curtos, como durante o banho ou quando for ao mercado.

Nesse meio tempo, ofereça algo que o seu animal goste bastante, como algum brinquedo, alimento diferente, como ração úmida no caso dos gatos, e também algo que faça com que ele lembre de você, seja uma roupa, um travesseiro ou até uma manta.

Imite uma rotina externa

Se você mora em lugares que o barulho das ruas diminuiu consideravelmente, também é possível que o seu animal sinta isso quando tudo voltar ao normal, seja ele cão ou gato. Como os cães costumam ficar mais expostos ao ambiente externo, faça com que ele tenha estímulos de sons tradicionais.

Isso pode ser feito com uma caixa de som e a utilização de barulhos de trânsito, movimento das ruas, vozes de outras pessoas e animais. A intenção é fazer com que aos poucos eles voltem a se acostumar com essa imersão em diferentes sons.

Estabeleça uma rotina para o animal

Essa dica pode ser eficiente para os cachorros, pois os gatos praticamente são donos de suas próprias rotinas, especialmente quando falamos de alimentação.

Porém, para ambos os animais, procure dar as refeições nos horários habituais que você estava dando antes da quarentena. Da mesma forma, procure brincar e fazer atividades de lazer somente nos momentos em que o animal já estava habituado.

Simule sua saída

Os animais percebem quando estamos prestes a sair de casa, especialmente quando colocamos aquela roupa para o trabalho ou pegamos algum objeto que significa que estamos saindo. Por isso, se você está trabalhando remotamente, caso consiga, é interessante se arrumar todos os dias, como se fosse sair para trabalhar.

Se arrume e se tranque em algum cômodo da casa por 30 minutos e saia como se nada tivesse acontecido, voltando a trabalhar normalmente em casa. Procure aumentar os períodos fechado no cômodo para que o animal entenda que estará, durante determinado tempo, sem você em casa.

Essas atitudes simples são fundamentais para que o seu pet não sofra muito quando a rotina voltar ao normal. Como eles estão mais apegados ainda nos seus donos, a principal dica é tentar fazer com que eles fiquem alguns minutos ou horas do dia sozinhos, pois é a forma mais fácil para entenderem que logo vocês não irão passar todo tempo juntos. 

Deixe uma resposta