• Home
  • Cães
  • 5 curiosidades sobre o pastor alemão 

5 curiosidades sobre o pastor alemão 

 

Conheça mais sobre essa raça que é uma das mais comuns em diversas regiões do mundo

O pastor alemão é reconhecido ao redor do globo por sua astúcia, imponência e ótimo comportamento. Se você gosta desse animal, confira logo abaixo mais algumas particularidades desse cão tão majestoso.

Animal de pastoreio 

É comum associarmos o pastor alemão a serviços militares, policiais e de cão de resgate, porém, não foi sempre assim. Essa raça foi desenvolvida inicialmente na Alemanha para pastorear rebanhos de ovelhas. Sua origem como cão pastor remete ao final do século XIX, quando um oficial da cavalaria se aplicava na criação de uma raça de aparência nobre que fosse competente nos trabalhos campestres. O pastor alemão logo se espalhou por toda a Alemanha graças à sua disposição, inteligência e comportamento estável. 

Inteligência acima da média 

Não é novidade associar inteligência à essa raça. Os pastores alemães ocupam a terceira posição no ranking de inteligência canina, segundo o livro A Inteligência dos Cães, de Stanley Coren. De fácil treinamento, os pastores alemães chegam a aprender um comando com apenas 5 repetições. Para um desenvolvimento pleno, é importante respeitar o período correto dos filhotes com a mãe. Após o desmame, seu cãozinho estará pronto para o adestramento, mas lembre-se, ele desenvolverá muitas habilidades apenas por meio de brincadeiras. 

Lutou nas duas Guerras Mundiais 

O pastor alemão é uma das poucas raças que se envolveram nas maiores guerras do planeta. No primeiro conflito, a raça não era muito conhecida, portanto os oficiais alemães tinham suas dúvidas. Porém, durante toda a primeira guerra, os pastores alemães foram de muita ajuda. Dentre suas missões estavam a entrega de mensagens, busca no campo de batalha por feridos e servir de alerta para qualquer invasão no perímetro. Na segunda guerra mundial, a história não foi diferente e acabou popularizando essa raça de cães magníficos.  

Primeira raça a ser utilizada como cão-guia  

O pastor alemão é também o primeiro canino a servir de guia. Criada nos Estados Unidos, a escola The Seeing Eye (o olho que vê) utilizava apenas pastores alemães. A primeira aula do colégio com alunos e cães foi realizada no dia 29 de janeiro de 1929, sendo que a escola continua ativa até hoje. Coincidentemente, os primeiros cães formados na escola foram destinados a veteranos da primeira guerra mundial. 

Temperamento equilibrado 

Esta raça é uma das mais confiáveis entre todos os cães. Bondosos e brincalhões por natureza, os pastores alemães são ótimos como cães de família. Seu intelecto apurado somado à grande lealdade por seus tutores o torna quase perfeito em lares com crianças. Além de muito leal, o pastor alemão é extremamente obediente e brincalhão, precisando de muito espaço para dissipar sua energia. 

Agora que você sabe mais sobre o pastor alemão, que tal visitar o site da Casa do Produtor e conferir tudo para cuidar do seu cãozinho? Conte sempre conosco para oferecer os melhores produtos para o seu animal. 

 

Deixe uma resposta